Política de Cookies TICNOLOGIA - Directiva Europeia - EU e-Privacy Directive

Este website utiliza cookies na gestão de autenticações, navegação e outras funcionalidades que lhe disponibilizam uma melhor experiêcncia de utilização. Ao utilizar o nosso website, você aceita que nós coloquemos este tipo de cookies no seu dispositivo.

Visualizar toda a documentação sobre o e-Privacy Directive

Home Notícias Operação Payback em defesa do Wikileaks pretende vingar Assange


Operação Payback

De acordo com informações disponibilizadas pelo PandaLabs, o grupo ciber-activista "Anonymous", que já foi responsável por inúmeros ataques em todo o mundo em Outubro passado, contra organizações de defesa dos direitos de autor, ameaça agora atacar em defesa de Julian Assange, fundador do Wikileaks.

Operação Payback

Embora o grupo "Anonymous" afirme que não tem qualquer ligação com o polémico site Wikileaks, ou mesmo com o seu fundador, Julian Assange, eles demonstram total apoio ao seu projecto, pois segundo estes, estão a lutar pela defesa dos mesmos objectivos, a transparência e o fim da censura.

Os laboratórios da Panda Security dectectaram já três ataques desta "Operação Payback", um dos quais ao serviço Paypal que recentemente se tinha colocado do lado do Governo dos EUA, bloqueando transferências de dinheiro para a Wikileaks, o que resultou num período de 8 horas em que o Paypal esteve em baixo.

Operação PaybackOutro ataque teve como alvo o banco PostFinance.ch, que congelou as contas de Julian Assange, resultando num período de 11 horas em que o site desta instituição esteve em baixo. Segundo a Panda, foram vários os pedidos no Twitter, por parte de clientes deste banco, para que os ataques de DDoS (denial of service) da "Operação Payback" parassem, nem que fosse por 10 minutos, de forma a que lhes permitisse realizar operações bancárias.

Esta associação de activistas também já ameaçou o Twitter, pois alegadamente foram censuradas discussões sobre o Wikileaks (tweets com a hashtag #wikileaks), embora no entanto ainda não se concretizaram essas ameaças.

 

Online

Temos 126 visitantes em linha